Install this theme
Energia: Frota aumenta em 10 mil carros por dia em 2011

Essa semana assistindo ao Jornal da Globo (se você quiser ver a matéria, o link é: http://glo.bo/zE6Aqd) fiquei espantado ao ver que a frota brasileira em 2011 cresceu em 10 mil veículos por dia. Para ter uma noção mais aproximada do que exatamente isso representa, vamos fazer umas contas.

Suponha que a partir do momento em que o veículo saiu da concessionária, ele vai rodar em média 30 km/dia. Um veículo comprado em 1 de Janeiro de 2011 andou em média 365*30 = 10.950 km neste ano. Suponha também que a cada dia do ano de 2011, exatamente 10.000 novos veículos foram para as ruas. Muito bem, em 01/01/11 os 10.000 novos veículos colocados na rua rodaram juntos aproximadamente 300.000 km nesse dia. No dia 02/01/2011, já tínhamos aproximadamente 20.000 veículos novos nas ruas, descrevendo nesse dia 600.000 km. No dia 03/01/2011 eram 900.000 km e assim por diante. Quanto resulta a distância total percorrida em um ano feitas essas hipóteses. Ora, temos uma progressão aritmética (PA) de primeiro termo a1 = 300.000, razão  r = 300.000 e número de termos n = 365. Assim, an=a1+(n-1)*r=109.500.000 km e a soma dos termos dessa PA, vale:

Sn=(a1+an)*n/2 = 20.038.500.000 km

Esse resultado é “apenas” 136.2 vezes a distância da Terra ao Sol (veja você mesmo em: http://www.wolframalpha.com/input/?i=20038500000+km+%2F+sun+to+earth+distance). Isso só contando os novos veículos da frota, os veículos que foram para as ruas em 2011.

Agora vamos avaliar a energia necessária para isso. Considerando que cada veículo faça 10 km/L de etanol (haja otimismo!!!) e que todos sejam abastecidos somente a etanol (eu sei que não é verdade mas dá pra ter uma boa noção do “estrago”). São então:

(20.038.500.000 km) / (10 km/L) = 2.003.850.000 L de etanol

Muito bem, o etanol tem calor de combustão de 23.429 kJ/L (veja você mesmo em: http://www.wolframalpha.com/input/?i=specific+heat+of+combustion+ethanol+*+density+ethanol+in+g%2FL). Daí, são aproximadamente:

2.003.850.000 L * 23.429 kJ/L = 4,695*10^10 kJ = 4,695*10^7 MJ (10^7 = 10 elevado à sétima, ou 10 milhões).

Essa energia foi consumida em 365 dias = 365*24*60*60 segundos = 3,154*10^7 segundos, resultando em uma potência média de:

(4,695*10^7 MJ)/(3,154*10^7 s) = 1,489 MW

Isso é a potência média consumida somente pela frota nova de veículos em 2011 (com todas as hipóteses que fiz). Itaipu, a maior hidrelétrica brasileira tem potência instalada de 14.000 MW. O valor calculado é 0,01% da capacidade de Itaipu. Parece pouco, mas é muito se considerarmos que o valor que está sendo comparado é referente somente à frota de veículos novos, que Itaipu com seus 14.000 MW supre 16,4% da demanda energética brasileira total além de 71,3% do consumo paraguaio (http://www.itaipu.gov.br/sala-de-imprensa/perguntas-frequentes).

 
  1. renatoexplica posted this